Revista AGROTEC nº 16

Na Diversidade está o Ganho

A edição nº 16 da AGROTEC começa com a Planalto das Agras, uma empresa agrícola que optou por uma estratégia de diversificação: começou com a floricultura, mais tarde juntou a produção de kiwis, e agora começa a fazer experiências para estudar a viabilidade da cultura do mirtilo. Para a Planalto das Agras, as grandes vantagens desta estratégia de diversificação são a rentabilização da mão de obra e a redução do risco face à volatilidade dos mercados agrícolas.
Nesta edição o kiwi continua em destaque, com a entrevista à Kiwicoop, o maior entreposto comercial de kiwi em Portugal. Com novas obras de expansão no valor de 3,2 milhões de euros, a Cooperativa está a crescer ao mesmo ritmo da área de kiwi plantada em Portugal, tencionando apresentar já nesta próxima campanha uma maior capacidade de armazenamento em frio, de forma a responder às suas necessidades crescentes.
Com uma área total de 700 ha distribuídos pelos mais de 350 produtores associados, o volume de produção excede já as 5.500 toneladas anuais.

Na Ciência & Investigação, apresenta-se a Escola Superior Agrária e Coimbra. A ESAC é uma escola centenária, com um legado importante no ensino das Ciências Agrárias em Portugal. Porém, a ESAC não vive do passado, aproveitando o crescente interesse pelo ensino desta área de conhecimento para se modernizar e criar as melhores condições possíveis para os seus estudantes.

A Avaliação do Bem-Estar Animal nas Explorações de Perus e o "Temperamento como Causa de Dissabores" compõem a secção de Cuidados Veterinários.
A entomofagia (sim, é mesmo o consumo de insetos pelo Homem, mas também pelo animal), complementam o cardápio de aproximadamente 2 mil milhões de pessoas em todo o mundo. Recentemente, a entomofagia tem atraído a atenção dos media, assim como das instituições de investigação, de chefes de cozinha e dos membros da indústria alimentar. Nesta edição da AGROTEC, poderá ler um artigo sobre este alimento controverso no mundo ocidental.
O controlo da atividade reprodutiva através de métodos naturais em ovinos e caprinos, a "Mixomatose em Coelhos: o que o cunicultor deve saber" e a análise ao mercado lácteo completam os temas abordados na Produção Animal.

Na Apicultura, o destaque vai para a apresentação do Cavalete Modelo em Moçambique.  A "Maquinaria Agrícola para Colheita de Hortícolas", "Alimentação Hídrica da Vinha, Casta Aragonez, sob diferentes Sistemas de Manutenção do Solo", "Monitorização da Fertirrega" ou o Balanço da Bolsa Nacional de Terras são outros assuntos que poderá ler nesta edição.

Na Pequenos Frutos nº 12, apresentamos um estudo sobre a Adaptação da Cultivar de mirtilo "Duke" em várias regiões de Portugal Continental.
Quanto aos mercados, o destaque vai para o ano histórico do mirtilo, que obtiveram cotações com médias particularmente altas, com a generalidade dos produtores a obterem altas rentabilidades. Por outro lado, a framboesa gerou sentimentos contraditórios, com um grande diferencial de preços pagos nas diferentes regiões, com os produtores a Norte a serem fustigados com baixo preço, ao contrário do que ocorreu a Sul. A uva de mesa, a amora e a groselha são os outros pequenos frutos analisados na rubrica desta edição.

Os produtores nortenhos de framboesa, Countryrainbow, a produtora algarvia de amoras Agri-United, a Organização de Produtores Redfiels, e os produtores de plantas premium de mirtilo e kiwi arguta, CarePlants, compõem as vivências apresentadas nesta edição.
O balanço do XI Simpósio Internacional dos Géneros Rubus e Ribes (amora, framboesa e groselha) pela Sociedade Internacional de Ciências Hortícolas, que decorreu na Carolina do Norte (EUA), fecha a edição deste suplemento, ainda antes do habitual "B.I.".

Na Agrobótica nº 5, os vinhos continuam em destaque (ver Agrobótica nº 4 aqui), com a continuação do artigo "Vinhos que Pensam" e também a apresentação do AGROB V14, um robot para monitorização autónoma de vinhas de encosta, desenvolvido pela UTAD e INESCTEC.
O novo projeto para a monitorização de colmeias, desenvolvimento pela Apis Technology, está também presente nesta edição, num artigo que explica o funcionamento desta tecnologia inovadora. A automação do Sistema de Irrigação Agrícola é outro artigo que merece referência.

No suplemento nº 5 da Grandes Culturas, é reservada à cultura do trigo vários artigos: a adaptação às alterações climáticas com vista à redução do yield gap no trigo mole e no trigo duro, o problema da variablidade climática na adubação azotada do trigo em Portugal e a avaliação da qualidade no trigo mole. O Uso Eficiente da Água em Regadio e a nova oportunidade para o mercado dos cereais em Portugal, num artigo de opinião da ANPOC, são outros temas de relevo presente neste suplemento exclusivamente dedicado às Grandes Culturas.

Para fazer a assinatura anual da AGROTEC ou renovar a assinatura, clique aqui.

Esta edição estará à venda, em banca, por todo o país. Para mais informações acerca dos pontos de venda mais próximos da sua área de residência, envie um email para redacao@agrotec.pt ou ligue para o 220964363.