Emissão de gases da Agricultura, Silvicultura e de outros usos do solo

emissoesagricolasNeste quadro, podemos ver as emissões provenientes da atividade agrícola por continente.

A Segurança Alimentar e a Agricultura enfrentam sérios desafios face às alterações climáticas, no que concerne aos impactos negativos na produtividade bem como na implementação de ações setoriais para limitar o aquecimento global.

As emissões de gases para o efeito de estufa continuam a aumentar – apesar de não tão rapidamente como de outras atividades humanas. Uma recolha de dados mais eficiente das emissões na produção agrícola, aumento da atividade pecuária, pescas e silvicultura podem ajudar os países a identificar oportunidades para reduzir emissões enquanto persenguem os objetivos na segurança alimentar, resiliência e desenvolvimento rural – e ter acesso a financiamento global para os levar a cabo.

A nova base de dados de emissões FAOSTAT (da FAO) é a mais fiável no que concerne nas emissões para o efeito de estufa proveniente de atividades agrícolas alguma vez criado. Atualizado anualmente, ele providencia um ponto de referência global nas emissões e oportunidades de mitigação no setor. As emissões são medidas em CO2 equivalente (CO2 eq) – uma métrica usada para comparar diferentes gases no efeito de estufa.

As emissões provenientes da agricultura, silvicultura e de outros usos do solo representaram 10 mil milhões de toneladas de CO2 eq em 2010. Estas emissões têm vindo a aumentar de forma contínua nos últimos 50 anos.

Pode saber mais clicando aqui.