Detetado no concelho de Borba praga de inseto que destrói plantações de batatas

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) emitiu recentemente um comunicado dando conta do aparecimento de um foco de Epitrix cucumeris e Epitrix papa, um insecto que que provoca graves estragos nas produções de batata, na Freguesia de Rio de Moinhos, no concelho de Borba.

batata

De acordo com a DGAV, tem vindo a ser realizada anualmente, a prospeção destes organismos no território português, estando neste momento a decorrer os trabalhos relativos a 2018.

De acordo com o comunicado, «atendendo aos resultados do corrente ano já disponíveis, verificou-se a presença das espécies Epitrix cucumeris e Epitrix papa na freguesia de Rio de Moinhos no concelho de Borba, de E. papa na União de freguesias Luz de Tavira-Santo Estevão no concelho de Tavira».

Em consequência desta nova demarcação obrigatória, chama-se a atenção para os requisitos que se colocam a partir de agora à circulação de batata produzida nestas regiões com destino a áreas isentas, em Portugal ou em outros Estados-membros da União Europeia.

Assim, é obrigatória a aplicação das medidas de proteção fitossanitária preconizadas na Decisão de Execução da Comissão 2012/270/EUe alterações, nomeadamente:

- Limpeza dos tubérculos (por lavagem ou escovagem) deforma a garantir uma percentagem de terra aderente inferiora 0,1%, oficialmente constatada, nas expedições para zonas isentas;

- Atestar o cumprimento destas exigências fazendo acompanhar as remessas de um Passaporte Fitossanitário.

Fonte: Rádio Campanário