Derivados de tomate: AICEP organiza Missão sectorial ao Japão para prospecção e encontros com importadores locais

A AICEP organiza durante o mês de Outubro (22, 23 e 24) uma Missão ao Japão para prospecção e encontros com importadores locais de produtos derivados de tomate.

tomatesAs acções são custeadas pelas empresas participantes (num máximo de quatro empresas), incluindo o custo de um intérprete, devendo as mesmas assegurar a reserva da deslocação e alojamento. As empresas interessadas deverão consultar a respectiva nota de divulgação e proceder ao preenchimento do formulário de inscrição antes da data referida.

O produto nacional é dos melhores do mundo e é como tal percebido universalmente, com particular destaque para o mercado japonês, onde é consumido desde há largas décadas. Tanto é assim que recentemente houve um significativo investimento numa unidade de produção em Portugal por parte de um grande grupo económico. Simultaneamente, a Universidade de Quioto publicou há algum tempo um estudo que comprova que o consumo de tomate e seus derivados provoca uma redução do nível das gorduras no organismo, o que implicou um aumento exponencial da procura. Consequentemente, há espaço para crescimento da nossa quota neste mercado.

A relação cambial euro/iene é presentemente favorável ao fluxo de exportações. Há centenas de empresas portuguesas a fazer negócios com sucesso neste mercado desde há décadas, que já atravessaram períodos em que a relação cambial era desfavorável. Assim, o contexto presente é mais fácil para as empresas que pretendam conquistar o mercado japonês e ainda mais convidativo para aquelas que pretendam aumentar a sua quota de mercado.

A duração da visita será de 3 dias. Um para visitar pontos de venda para pesquisa de mercado e dois para encontros com potenciais importadores, num total de 3 reuniões/dia, portanto num total de 6.

Para mais informações consulte a AICEP
http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Paginas/NewDetail.aspx?newId={AF002509-7BC7-4264-B51D-C2B9114EC58F}

Fonte:  AICEP (via Agroportal)