FacebookLinkedin

Agrotec

Consumo mundial de azeite cresceu 73% nos últimos 25 anos

De acordo com a associação de agricultores italiana Coldiretti, o consumo mundial de azeite atingiu quase os três mil milhões de quilogramas.

azeite

A Itália lidera a lista dos maiores consumidores com 581 milhões de quilogramas, seguida pela Espanha com 490 milhões de quilogramas e pelos Estados Unidos da América com 308 milhões de quilogramas, registando um crescimento recorde de 250% no período referenciado.

Também outros importantes mercados registaram um crescimento de consumo: Japão (+1.400% para os 60 milhões de quilogramas), o Reino Unido (+763% atingindo os 59 milhões de quilogramas), a Alemanha (+465% com 58 milhões de quilogramas), o Brasil (+393% para 66,5 milhões de quilogramas), a Rússia (+320% para os 21 milhões de quilogramas) e a França (+268% alcançando os 103 milhões de quilogramas).

A situação é muito diferente nos países tradicionalmente produtores, como Itália, onde nos últimos 25 anos o consumo se manteve quase estável (+ 8%). Em Espanha houve um pequeno aumento (+ 24%). Já a Grécia registou uma queda de 27%.

A tendência mundial de consumo de azeite também beneficiou Itália com um aumento recorde de 8% nas exportações de azeite nos primeiros oito meses de 2016.

As exportações aumentaram 18% para a China, 7% para o Japão e 11% para os Estados Unidos, mercado a que corresponde quase um terço das exportações italianas de azeite.

Este crescimento está associado aos efeitos positivos na saúde associados ao consumo de azeite, comprovado por muitos estudos científicos.

Fonte: Grande Consumo