FacebookLinkedin

Agrotec

Consumo Mundial de Azeite aumentou 70% nos últimos 25 Anos

azeiteO volume de consumo mundial de azeite durante o período de 1990/1992 – 2014/2015 aumentou 70%. Esta evolução deve-se principalmente ao crescimento do consumo nos países não membros do Conselho Oleícola Internacional, que aumentou regularmente nas últimas década, passando de 11% do consumo mundial em 1990/1991 para 24% em 2014/2015.

O consumo dos países da União Europeia aumentou até a campanha de 2004/2005, superando 2 milhões de toneladas, tendo posteriormente baixado progressivamente, até níveis semelhantes aos da campanha de 1996/1997, com cerca de 1.6 milhões.

Este consumo concentra-se nos países produtores da UE. Apesar de a Itália registar sempre o consumo mais alto em volume, verificou-se uma forte queda a partir da campanha de 2006/2007, até atingir níveis de 520 mil toneladas em 2014/2015, os valores mais baixos do período em análise e muito semelhantes aos resultados do consumo em Espanha.

A Grécia, tal como a Itália, passa por uma forte diminuição do consumo, que tem acompanhado os anos de crise económica do país, chegando às 160 mil toneladas que, em comparação com o consumo de duas décadas, reduz 22%. Espanha, por seu lado, apresenta uma curva mais errática da evolução do seu consumo, porém, passa atualmente por uma estabilização com valores ligeiramente acima das 50 mil toneladas, ou seja, o mesmo nível que a Itália. Apesar da concentração do consumo nos países anteriores, há que destacar o conjunto de “outros”, que apresentam um crescimento regular até 2010/2011 e parecem ter estabilizado nas 300 mil toneladas.

Quanto ao consumo de azeite por habitante em 2013, a Grécia, apesar da redução do seu consumo total, permanece na primeira posição, com 16,3 kg de azeite, seguida pela Espanha, com 10,4 kg, Itália, com 9,2 e Portugal com 7,1 kg.

O Chipre e Luxemburgo, registam um consumo entre os 5,5 e 5,3 kg, respetivamente, sendo que no caso do Luxemburgo, existe a particularidade do país ter mais consumidores que habitantes, devido às compras de visitantes de países vizinhos nos seus supermercados.

A uma grande distância, segue a França, em conjunto com Malta, Croácia, Irlanda e a Bélgica, com um consumo de azeite de 1,2 a 1,7 Kg. Os restantes países da União Europeia fazem parte dum conjunto que consomem entre 0,5 e 1 kg de azeite por ano, nomeadamente, por ordem decrescente, a Finlândia, Letónia, Alemanha, Países Baixos, Suécia, Eslovénia, Áustria, Reino Unido e a Dinamarca.

Entre os países cujo consumo não ultrapassa os 0,4 kg estão a Roménia, Polónia, Hungria, Bulgária, Eslováquia, Estónia e a República Checa.

Ler aqui.