Consumo de carne de porco desce na U.E., mas continua a ser a mais consumida

mapa-porcoNos últimos 7 anos, a quantidade de suínos na União Europeia não parou de descer, passando de 147 milhões de cabeças em 2006 a 131 milhões em 2012. Factores como o aumento do preço da ração, as diretivas de saúde e bem estar da U.E. e a menor rentabilidade do setor contribuíram para esta descida.

Porém, as exportações tiveram um bom resultado, aumentando as vendas para a Ásia e confirmando a Rússia como o melhor cliente.

Apesar da descida, em muito devido à menor oferta e subida do preço nos últimos 2 anos, a carne de porco continuará a ser a favorita dos consumidores europeus, segundo a previsão para os mercados agrários a médio prazo 2013-2013 da U.E.

Os preços da carne suína em 2012 e na primeira metade de 2013 mantiveram-se acima dos registados em 2011, que já tinha sido um ano recorde. Na segunda metade do ano transato, registou-se uma descida.

Ler aqui.