Aplicação de bactérias promotoras de crescimento para controlo da clorose por deficiência de ferro em soja

bacteria

Estudante: Mariana Roriz

Orientadores: Marta Vasconcelos* (Orientadora); Paula Castro e Susana Carvalho (Co‑orientadoras)

Título da tese: “UTIL – Utilization of plant-growth promoting bacteria (PGPB) to ameliorate iron nutrition in the legumes”

Ano: 2016-2020

Grau: Doutoramento em Biotecnologia – Ciência e Engenharia do Ambiente: Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa

Local de execução da tese: Centro de Biotecnologia e Química Fina

Resumo

As leguminosas têm um papel muito relevante na nutrição humana e animal, sendo também importantes para a saúde ambiental.

A clorose induzida por deficiência de ferro (CDF) é uma carência nutricional com um forte impacto negativo na produtividade e qualidade des­tas culturas, sendo particularmente relevante em solos alcalinos.

ecentemente, a utilização de bioestimulantes compostos por Bactérias Promotoras de Crescimento de Plantas (BPCP) tem vindo a ser apontada como uma estratégia possível para melhorar a nutrição de ferro em leguminosas.

Este estudo tem como objetivo principal compreender o papel das BPCP como agentes de controlo da CDF através de parâmetros morfológicos, fisiológi­cos e moleculares em plantas de soja.

Numa primeira fase, foram selecionados 24 isola­dos de BPCP com base na produção de azoto e sideróforos, e na capacidade de solubiliza­ção de fosfato. A estes isolados foram poste­riormente realizados testes relacionados com a nutrição de ferro (produção de ácidos orgâ­nicos e redução de Fe3+).

Os candidatos mais promissores estão a ser utilizados em expe­riências com solo alcalino (pH 8,2) de forma a perceber o efeito da inoculação no controlo dos sintomas de CDF, analisando a altura da planta, comprimento da raiz, área foliar, teor de clorofilas, peroxidação lipídica, teor de minerais, e expressão de genes relaciona­dos com a nutrição de ferro e colonização por BPCP.

Paralelamente, foram isoladas 76 estir­pes bacterianas de raízes (53%), parte aérea (18%) e solo rizosférico (29%) de plantas de soja provenientes de um campo agrícola da região de Vila do Conde, 66 das quais foram identificadas com base na análise da sequên­cia do rRNA 16S.

A capacidade promotora de crescimento de plantas destes isolados irá ser testada em solo alcalino. Pretende-se que com este trabalho resultem orientações para o desenvolvimento de uma formulação de um bioestimulante à base de BPCP para preven­ção de CDF em leguminosas.

Nota: Este artigo foi publicado na edição n.º 26 da Revista Agrotec, no âmbito do dossier Bioestimulantes.

Para aceder à versão integral, solicite a nossa edição impressa.

Contacte-nos através dos seguintes endereços:

Telefone 225899620

E-mail: marketing@agropress.pt