Alqueva transformou Portugal no 4º exportador mundial de azeite

 A construção da Barragem do Alqueva, possibilitou a expansão das produções tradicionais na região Alentejo, como a vinha, olival, pastagens e forragens, assim com a evolução para outras culturas, como plantas aromáticas e medicinais.

alqueva

A produção dos novos olivais de Alqueva, possibilitou ao país quadriplicar a sua produção de azeite, triplicando as suas exportações, na última década, para 434 milhões de euros, registando o Alentejo, uma taxa de ocupação total do solo com olival, de 56,27%.

Há 10 anos, Portugal era importador líquido de azeite, com 50 milhões de défice, importando mais azeite do que exportava. Atualmente, Portugal é o sétimo maior produtor mundial, e o quarto mais exportador.

A balança comercial de Portugal tem um saldo positivo de 170 milhões de euros, prevendo-se ainda que até 2020, o país venha a atingir as 120 mil toneladas de azeite anuais.

A albufeira de Alqueva apresenta-se como o maior lago artificial da Europa, estendendo-se por 83kms de cinco concelhos alentejanos, e ocupando 250km2, criando um regadio superior a 100 mil hectares.

Fonte: Rádio Campanário