AGROTEJO: 30 anos a valorizar o norte do vale do Tejo

No âmbito das comemorações dos 30 anos da AGROTEJO, irá decorrer um encontro, onde se avaliará o papel da associação nas últimas três décadas e se perspetivarão os desafios futuros para a agricultura regional e nacional.

Este evento decorrerá na Golegã, na sede da AGROTEJO, a 11 de novembro (sexta-feira), pelas 11h30, e contará com a presença do ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, bem como de anteriores titulares desta pasta governativa.

«Orgulhosos no trabalho realizado, conscientes dos desafios presentes, preparamos o futuro de forma responsável. Passados 30 anos, a realidade é outra, a conjuntura é diferente mas a vontade de fazer mais e melhor é a mesma», afirma António Godinho de Carvalho, presidente da AGROTEJO.

No decorrer das comemorações, e aproveitando que 2016 se comemora o "Ano Nacional de Combate ao Desperdício Alimentar", será apresentada a nova embaixadora do projeto Restolho, a cantora Mafalda Veiga.

O projeto RESTOLHO, com o mote “Uma segunda colheita para que nada se perca”, nasceu em 2013, numa parceria entre a AGROTEJO, a AGROMAIS, a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome (FPBACF) e a ENTRAJUDA, no combate ao desperdício alimentar.

Nos últimos anos este projeto permitiu reaproveitar 70 toneladas de produtos agrícolas que, de outra forma, seriam desperdiçados.

A AGROTEJO - União Agrícola do Norte do Vale do Tejo é uma associação de agricultores sem fins lucrativos, que têm como principal área de abrangência o Norte do Vale do Tejo e que tem como objetivos principais: promover o desenvolvimento agrícola regional, articular as estruturas associativas da região, representar a agricultura, silvicultura e pecuária, incentivar os agricultores na utilização de boas práticas agrícolas, desenvolver a formação profissional e promover a prática de proteção e produção integrada das culturas.