Ações de informação sobre a PAC: candidaturas até 15 de dezembro

A Comissão Europeia lançou um convite à apresentação de propostas de apoio a ações de informação sobre a Política Agrícola Comum (PAC) para 2017.

As ações de informação têm por objetivo, nomeadamente, ajudar a explicar, aplicar e desenvolver a PAC e sensibilizar o público para o seu conteúdo e objetivos, informar os agricultores e outras partes ativas nas zonas rurais e promover o modelo europeu de agricultura, bem como ajudar os cidadãos a compreendê-lo.

As propostas de ações de informação devem ilustrar a forma como a PAC contribui para a realização das prioridades políticas da Comissão.

A PAC é uma política para todos os cidadãos da Europa e contribui para a melhoria das suas vidas de inúmeras formas. As propostas deverão abranger especificamente a contribuição da PAC para o seguinte:

- Promoção do emprego, do crescimento e do investimento nas zonas rurais e manutenção de comunidades rurais viáveis em toda a UE;

- Realização dos objetivos definidos no quadro da UE para o clima e a energia para 2030, nomeadamente no que respeita ao potencial da agricultura e da silvicultura em termos de papel a desempenhar na adaptação às alterações climáticas e a nível de medidas de atenuação;

- Consecução do objetivo de uma produção agrícola sustentável, que satisfaça o duplo requisito da garantia da segurança alimentar e da proteção do ambiente rural, nomeadamente no que respeita à qualidade e quantidade de água;

- Garantia de um rendimento justo para os agricultores que participam na cadeia agroalimentar, de modo a manter a viabilidade da produção agrícola europeia e garantir o futuro do modelo de exploração agrícola familiar.

Esta ação destina-se ao público em geral (em especial os jovens das zonas urbanas) e/ou os agricultores e outros que desenvolvem a sua atividade nas zonas rurais.

As organizações interessadas deverão consultar o convite à apresentação de propostas 2016/C 401/09, que especifica as ações prioritárias e o calendário para a apresentação dos pedidos relativos a 2017.

Fonte: Agronegócios