UTAD e UM lançam doutoramento internacional na área agrícola

utadAs Universidades de Trás-os-Montes e Alto Douro, do Minho, de Valência (Espanha) e de Wageningen (Holanda) contribuiram para o primeiro doutoramento internacional da UTAD. Esta formação é um doutoramento pioneiro na área da Agricultura.

O doutoramento AgriChains, “inédito”, nas palavras do director do curso, Eduardo Rosa, “vem preencher uma lacuna a nível mundial, com uma forte componente de investigação aliada às necessidades dos consumidores e das empresas e com uma abordagem completamente nova em relação às cadeias de produção agrícola”, explicou.

O vice-reitor da UTAD, António Silva, acredita que o AgriChains vem responder “às necessidades quer dos consumidores, quer dos produtores e distribuidores”. Foram selecionados 11 alunos de um total de 57 candidaturas.

Melhorar produtos agrícolas

“Cadeias de produção agrícola – da mesa ao campo” é um doutoramento inédito, que tem como objetivo, entre outros, melhorar a qualidade dos alimentos hortícolas.

Ler aqui.