Preço do milho e soja baixam depois de novos dados sobre existências

De acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as existências de milho e de soja, a 01 de Setembro, totalizavam perto de 21 milhões de toneladas.

milhoEste resultado, apesar de 17 por cento inferior à campanha passada é superior às previsões anteriores de 16,8 milhões de toneladas do USDA. O aumento das existências deve-se a uma menor utilização durante o período de Junho e Agosto.

A revisão em alta das existências de milho já provocou uma queda de preços, alcançando, na Bolsa de Chicago, o valor mais baixo dos últimos três anos, com os contratos de futuro para Dezembro a descerem 2,6 por cento.

Em relação à soja, as existências a 01 de Setembro subiram 3,83 milhões de toneladas, em consequência, também, de um menor uso de soja entre Junho e Agosto, com uma descida de 41 por cento frente ao período homólogo da campanha anterior.

Os preços da soja também desceram como resultado da publicação do USDA. Esta terça-feira, na Bolsa de Chicago, os contratos para Novembro diminuíram cerca de 2,7 por cento, sendo o valor mais baixo registado ao longo do mês.

Fonte: Agrodigital (via Confagri)