Eficiência na agricultura: saiba como com os pneus Continental

O crescimento da população mundial está a colocar grandes desafios ao setor agrícola.

trator

As Nações Unidas calculam que, em 2030, terá de ser fornecida comida para satisfazer as necessidades de 8.5 mil milhões de pessoas.

Simultaneamente, a quantidade de espaço disponível para terrenos agrícolas está constantemente a diminuir, o que significa que terão de ser feitas colheitas em períodos de tempo cada vez mais curtos.

Assim, para os agricultores, a prioridade é aumentar a produtividade, garantindo, simultaneamente, a utilização sustentável dos recursos.

Sendo a ligação física entre o solo e as máquinas agrícolas, os pneus desempenham um papel no aumento da eficiência dos veículos agrícolas.

Excelente tração e proteção do solo graças a deslizamento mínimo

A pressão dos pneus desempenha um papel crucial. Quanto mais alta for a pressão, mais pequena é a superfície de contacto do pneu com o solo. Isto leva a um elevado grau de resvalamento – isto é, a um aumento da redução da distância percorrida – o que, por sua vez, faz com que seja mais difícil o avanço do veículo no terreno. Para além da menor tração, isto aumenta o consumo de combustível, o desgaste do pneu e a pressão no solo.

Daqui resultam menos eficiência económica e menor desempenho agrícola. Um exemplo: a transmissão de potência máxima quando um veículo está a andar em frente é conseguida com um resvalamento do pneu de 10-15%. Se o resvalamento for de 35%, os custos de funcionamento do trator podem aumentar 23% se o trator for conduzido a uma velocidade média de 7 km/h numa área de 300 hectares.

O grau certo de resvalamento combinado com boa transmissão de força de tração, podem, assim, tornar o veículo mais eficiente e capaz de funcionar durante períodos de tempo mais longos. O peso certo dos blocos, boas propriedades de autolimpeza do pneu, um diâmetro do pneu mais largo e um elevado volume de ar para pressões baixas são essenciais para garantir a melhor transmissão de potência de tração. A distribuição certa do lastro é também tão importante como as reservas para pesos adicionais.

A Continental respondeu a estes desafios com um novo portfólio de produtos para o setor agrícola. ‘Ao desenvolvermos os novos pneus, fomos inabaláveis na nossa busca para melhorar a qualidade e a produção dos tractores no terreno, tanto no que diz respeito ao desempenho do veículo como à utilização de recursos», explica Thorsten Bublitz, responsável pelo segmento de Pneus Agricolas da Continental.

«Óptimo tracionamento do poder da transmissão no terreno, boa tração para um avanço mais rápido em linha reta, deslizamento mínimo de 10–15% e a pressão certa do pneu para proteger o solo ajudam a aumentar a produtividade a longo prazo», disse.

Aumentar a eficiência com o Tractor70 e o Tractor85

As inovações como a tecnologia N.flex (patente pendente) e o design especial do talão com um núcleo de fio metálico único tornam os novos pneus radiais extremamente robustos, reduzindo o risco de danos nos pneus e as consequentes reparações e tempos de paragem.

O material de nylon flexível usado na carcaça é também muito mais elástico do que outros materiais e pode moldar-se às saliências e protuberâncias do terreno, o que garante melhor amortecimento e maior conforto de condução.

A estabilidade dimensional da tecnologia de nylon também evita a deformação temporária do pneu – “flat spot” – no início do funcionamento. O pneu pode ser usado imediatamente e a perda de produtividade, bem como o desgaste do pneu, são minimizados. Mesmo com forças elevadas de tração/carga, ambos os novos pneus radiais garantem deslizamento mínimo e pegadas mais planas, que são mais agradáveis para o solo debaixo dos pneus.

Em comparação com o Tractor85, o Tractor70 é ligeiramente mais largo e, graças à maior superfície de contacto entre o pneu e o solo, podem mover-se com muito menor pressão de ar, mesmo quando carregam cargas pesadas. Juntamente com as extremidades dos blocos arredondadas, isto causa menos pressão no solo e, por sua vez, menor compactação sem comprometer a tração.

O desempenho do veículo no campo é melhorado e a eficiência em termos de combustível aumenta significativamente. Simultaneamente, o solo e as colheitas são protegidos a longo prazo – um fator importante para ajudar os agricultores a conseguirem melhores colheitas. Assim, ambos os pneus radiais desempenham um papel fundamental para aumentar a eficiência dos trabalhos agrícolas.

Continental na Agritechnica

A empresa tecnológica Continental apresenta os seus destaques tecnológicos mais recentes para o setor agrícola entre 12 e 18 de novembro na Agritechnica (Hall 3, booth F19), em Hanôver. Mostrará uma gama de produtos que vai desde soluções de manutenção preventiva para sistemas de câmaras, ecrãs e conversores catalíticos até aos pneus.