Casos de sucesso dos Frutos Secos

O Centro Nacional de Competências dos Frutos Secos – Associação CNCFS realizou recentemente um estudo ao território Norte (NUTS II), de forma a compreender o estado de desenvolvimento das organizações do setor dos frutos secos e encontrar nove casos de grande sucesso dos frutos secos.

frutos secos

Este levantamento permite fazer um diagnóstico empresarial do setor que facilita o delineamento das estratégias de desenvolvimento, tanto pela associação CNCFS como pelo poder local e governo.Foi desenvolvido e aplicado um processo de avaliação que se iniciou com o estabelecimento dos critérios e se concluiu através da recolha de informação junto das organizações, sendo que foi assim que se determinaram os nove casos de sucesso neste setor no território Norte (NUTS II).

Os critérios analisados para este projeto foram: “Tempo de Atividade”, “Existência de Filiais”, “Número de Funcionários”, “Áreas de Negócio”, “Organização Apenas de Frutos Secos”, “Toneladas de Produção”, “Aumento da Produção”, “Toneladas Exportadas”, “Internacionalização”, “Distinções e Prémios no Setor”, “Presença Online”, e “Sucesso da Presença Online”. Todos estes critérios são referentes ao ano de 2017, excetuando as “Toneladas de Produção” e “Toneladas Exportadas” que são relativas ao ano de 2016, e o “Aumento da Produção” que é alusivo a 2015/2016.

As organizações identificadas como casos de sucesso possuem inúmeras características distintas, contudo todas possuem uma característica comum - um elevado grau de sucesso.

Os casos de sucesso apresentados são os seguintes:

- AgroAguiar - Agroindústria, S.A.;

- Agromontenegro, LDA;

- Amendouro - Comércio e Indústria de Frutos Secos, S.A.;

- Castanha Lusitana, LDA;

- Cooperativa Agrícola de Penela da Beira, CRL;

- Frusantos - Frutos Selecionados, S.A;

- Green September, LDA;

- Pabi, S.A.;

- Sortegel - Produtos Congelados, S.A.

«Estas organizações são uma demonstração clara e inequívoca da força do setor de transformação dos frutos secos na região Norte (NUTS II) e são entidades como estas que demonstram que a iniciativa, criatividade e coragem complementada com excelentes processos de trabalho, regras bem definidas e aplicadas, disciplina e excelência na gestão são os elementos que permitem que Portugal seja cada vez mais um país positivo e que sabe ler a sua história para construir e apostar no seu futuro», salienta a CNCFS.