Arquipélago da Madeira: 5.000 agricultores recebem formação

madeiraDecorreu, ontem, no auditório da Secretaria do Ambiente, a cerimónia de entrega de 40 certificados e dos cartões de habilitação de aplicadores de pesticidas, referentes ao curso de ‘Aplicação de Produtos Fitofarmacêuticos’, desenvolvido no âmbito de uma parceria entre aquele departamento do Governo, a ACIF e a Associação de Agricultores da Madeira.

Na ocasião, Manuel António Correia explicou que aqueles 40 formandos, de alguma forma, representam os cerca de cinco mil agricultores que, entre 2012 e o final deste ano, vão participar em acções idênticas.

O governante diz pretender incutir a ideia de que também a agricultura é uma actividade de formação continua. Esse é um dos objectivo do Governo, até como forma de fazer chegar os conhecimentos ministrados aos outros cinco mil agricultores da Madeira não abrangidos pela forma formal.

A formação, garante Manuel António Correia, tem uma dupla vantagem: é benéfica para o ambiente e representa uma redução de custos para os agricultores. Se devidamente aplicados, a quantidade de produtos fitofarmacêuticos aplicada pode ser reduzida e, assim, serem conseguidos os ganhos referidos.

Ler aqui.