Agricultura europeia tem que ser mais produtiva, eficiente e sustentável

Numa reunião, realizada no passado dia 25 de setembro, em Bruxelas, que reuniu mais de 100 representantes dos agricultores, da indústria, do Parlamento Europeu, da Comissão Europeia, entre outros, concluiu-se que a inovação e a I&D são cada vez mais fundamentais para se poder enfrentar os desafios económicos e ambientais por que passa a agricultura europeia, como a volatilidade dos mercados, alterações climáticas, limitação de recursos naturais e custos de produção elevados.

Concluiu-se também que é importante uma maior cooperação entre os legisladores para o setor e atividade económica e os seus agentes.

No âmbito desta reunião, os seus organizadores (ECPA, COPA-COGECA, Fertiliser Europe, entre outros) pediram à Comissão Europeia o desenvolvimento condições para um maior estímulo do crescimento e produtividade agrícola, a promoção da investigação e da transferência de tecnologia para os agricultores e entre agricultores, sem prejuízo da proteção ambiental.

Finalmente, pediu-se também uma maior concertação entre as políticas comunitárias para a agricultura e as políticas para outras áreas económicas (como o comércio, proteção ambiental, ciências, direitos do consumidor, etc.).