PAC: Bruxelas pode antecipar pagamento de 70% das ajudas diretas

A notícia, avançada pelo ministério da Agricultura, dá conta de que a Comissão Europeia pode antecipar para outubro de 2016 o pagamento de 70% das ajudas diretas no âmbito da Política Agrícola Comum (PAC).

«A Comissão Europeia deu sinais de acolhimento da proposta portuguesa», diz o ministério de Capoulas Santos.

A antecipação de medidas de apoio aos setores em crise na agricultura tinha sido já realçada nas últimas semanas pela maioria dos Estados-membros e pela Comissão, sendo que Bruxelas deverá propor a antecipação das ajudas diretas a 18 de julho na reunião de Conselho de Ministros da Agricultura da UE.

«Esta é uma alteração qualitativa de grande importância na posição dos Estados-membros, tendo em conta que há meses que Portugal vem reivindicando a necessidade de adoção de medidas extraordinárias, em conjunto com mais alguns Estados-membros, esbarrando permanentemente na falta de vontade política de uma maioria que considera que deve ser o mercado a resolver o problema», refere Capoulas Santos, que realça as graves crises que afetam os setores da suinicultura e do fim das quotas leiteiras em Portugal.