Mais de 1000 alunos e 100 professores em ações de sensibilização ambiental centradas na economia circular

A CELPA – Associação da Indústria Papeleira está a organizar visitas com mais de 1000 alunos e 100 professores do 1º e 2º ciclo aos viveiros florestais, estações de biodiversidade e fábricas das suas associadas.

florestas

As visitas decorrem durante toda a semana de 18 a 22 de março, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Florestas (21 de março) e serão realizadas no contexto do projeto de educação ambiental Missão 360 – Salvar a Terra é o nosso Papel, que tem como objetivo sensibilizar as crianças para o tema da economia circular.

As práticas seguidas pela indústria da pasta e do papel são um excelente exemplo de economia circular, sendo o papel um produto natural, reciclável e biodegradável, proveniente de matéria prima renovável: a madeira de florestas plantadas, cujo processo de fotossíntese capta o carbono da atmosfera. Depois de utilizado, o papel pode ser reciclado várias vezes.

Nos viveiros da indústria todos os anos são produzidas mais de 14 milhões de plantas florestais de diversos tipos. Nas estações de biodiversidade podem ser observadas várias espécies de fauna e flora. Alunos e professores serão ainda convidados a conhecer de perto os processos de fabrico e o modelo de circularidade desta indústria.

No dia 21 de março haverá visitas à Quinta do Furadouro (Óbidos), Quinta de São Francisco (Aveiro) e à fábrica da DS Smith Paper Viana (Viana do Castelo).