Clube de Produtores do Continente: o melhor de Portugal junto do consumidor

Por Ondina Afonso, Presidente do CPC - Clube de Produtores do Continente

macas

Criado em 1998, o Clube de Produtores Continente tem como propósito "levar o Melhor de Portugal" a todos os clientes das lojas das insígnias Sonae MC com a promoção de produtos nacionais, de acordo com elevados padrões de qualidade e segurança.

Com 18 anos de atividade, o Clube de Produtores Continente apresenta-se como parceiro dos produtores nacionais, tendo revelado no início de 2017, o seu balanço com o registo de 12 milhões de toneladas de produtos nacionais adquiridos, no valor de três mil milhões de euros, desde a sua criação – números que refletem a dimensão e importância do Clube de Produtores Continente enquanto agente dinamizador da produção nacional contribuindo assim para o desenvolvimento da indústria agroalimentar. Só no ano passado, o Clube de Produtores Continente comprou 144 mil toneladas de produtos nacionais, no valor de 250 milhões de euros.

O Clube de Produtores Continente conta atualmente com 185 membros - entre organizações de produtores e produtores individuais, parceiros que recebem um apoio planeado e consistente ao longo de todo o ano, especialmente nas questões de inovação, de qualidade e de segurança alimentar.

São assim, criadas parcerias e relações estratégicas entre os produtores e o Continente, assentes em partilha de conhecimento e na criação de sinergias, com os princípios de transparência, ética e confiança, que reforçam a competitividade dos produtos nacionais e promovem projetos diferenciadores, por forma a que a oferta seja de excelência, fomentando em simultâneo o desenvolvimento regional.

A equipa do Clube de Produtores Continente é composta por gestores agrícolas e técnicos especializados das principais áreas do Clube de Produtores Continente – Frutas e Legumes, Carnes, Charcutaria, Peixaria e Padaria e Pastelaria.

Esta equipa faz o acompanhamento dos produtores ao longo de todo o ano, desde a adequação da produção à procura, à introdução de novos métodos e instrumentos de trabalho, ao controlo dos padrões de qualidade exigidos.

A certificação é, por isso, um dos elementos mais importantes do Clube de Produtores Continente e obrigatória para qualquer produtor que pretenda integrar esta plataforma.

É, para o Clube, imprescindível definir modelos de excelência, realizar processos de autoavaliação com auditorias internas, implementar ações corretivas nos sistemas de produção e criar uma dinâmica de evolução controlada, que garanta os elevados padrões de qualidade.

Neste âmbito, em maio de 2011 o Clube de Produtores Continente foi assegurado pela empresa SGS, com base na Especificação Técnica Clube de Produtores Continente.

Esta certificação foi a prova do esforço e reforçou a política de melhoria contínua do Clube de Produtores Continente. Foi também com base nesse esforço de qualidade, que os produtores têm crescido, e conseguido implementar outros sistemas de qualidade e certificação, o que permitiu a muitos, serem hoje em dia, empresas exportadoras.

A certificação do Clube de Produtores Continente promoveu, assim, a melhoria contínua de processos, produtos e estratégias permitindo a evolução para os desafios dos mercados atuais.

Até 2016 a certificação Clube de Produtores Continente estava focada nas questões de qualidade e segurança alimentar. Surge então em 2017 uma Nova Certificação para o Clube de Produtores Continente, sob uma perspetiva holística, onde se incluíram componentes mais estratégicos como a inovação e a diferenciação dos produtos.

No que diz respeito à dimensão da “qualidade, segurança alimentar e sustentabilidade”, este novo modelo otimiza as certificações que os produtores já detêm e que são reconhecidas internacionalmente, por entidades internacionais como a Global Food Safety Initiative, International Featured Standards, GLOBALG.A.P., Foundation FSSC 22000 e International Organization for Standardization.

Todos os produtores são avaliados todos os anos, segundo o processo descrito anteriormente. Dessa avaliação resulta a classificação final, que se traduz numa nota e que posicionará o produtor entre as categorias definidas:

- Certificado CPC Ouro > 85%

- Certificado CPC Prata 75%-84%

- Certificado CPC Bronze 65% - 74%

Com a certificação, para a Sonae MC fica a certeza de estar a oferecer aos seus clientes produtos portugueses de origem e qualidade comprovadas.

Os clientes Continente são, por isso, um dos principais beneficiados deste processo, em que têm asseguradas as boas práticas de segurança alimentar e bem-estar animal em toda a cadeia de produção e comercialização.

A oferta de produtos com a garantia de qualidade, rastreabilidade e origem, assegurada através do acompanhamento de todas as fases da produção, transporte e armazenagem; a certeza de que estão a adquirir produtos mais frescos pela diminuição do tempo que decorre entre a produção e a distribuição; a melhor relação preço/qualidade dos produtos oferecidos e ainda uma maior e melhor informação sobre os produtos, face à normalização das embalagens e dados relativos a cada produto são as vantagens claras do Clube de Produtos Continente para os portugueses.

Para o produtor as vantagens em integrar no Clube de Produtores Continente passam pela garantia do escoamento da produção, reduzindo riscos e incertezas pertencentes à própria atividade agropecuária; o aconselhamento técnico, a programação e planeamento da produção, as visitas de trabalho e formação em diversas temáticas das várias etapas da cadeia de abastecimento; a interação com um Conselho Científico, composto por investigadores de relevo, e uma maior representatividade nos contactos junto de entidades oficiais.

Resultando assim numa maior eficiência, uma vez que o feedback recebido do mercado vai permitir que os produtores orientem a sua produção para a procura. Aos benefícios soma-se ainda o reconhecimento por parte dos consumidores.

Para além disto tudo, o Continente apoia não só a produção nacional, mas também as Regiões através de compras de produtos a inúmeros produtores locais e regionais que entregam diretamente os seus produtos nas diversas lojas espalhadas por todo o país, levando aos clientes a genuinidade dos produtos locais e aportando aos produtores valor ao seu negócio e, muitas das vezes, a sua subsistência.

Hoje, o Clube de Produtores Continente é um verdadeiro caso de sucesso da distribuição em Portugal, uma experiência de exemplo de cooperação entre agentes económicos, que aliam de forma ímpar, a riqueza dos produtos genuinamente nacionais à forte presença de uma cadeia que opera junto de milhões de consumidores em todo o país.

Nota: Este artigo foi publicado na edição n.º 23 da Revista Agrotec no âmbito do Dossier “Qualidade em Agricultura: sistemas de certificação”

Para aceder à versão integral, solicite a nossa edição impressa.

Contacte-nos através dos seguintes endereços:

Telefone 225899620

E-mail: marketing@agropress.pt